A receita original de Spaghetti alla Carbonara

21 janeiro, 2016 Comida italiana, Massas Tags:, , , 26 Comentários

Não é vergonha nenhuma admitir que eu fazia Carbonara de um jeito “diferente”. Pra não dizer errado, mesmo. Mas aí, recebi a visita do grandioso cozinheiro italiano puro-sangue Il Mustacchio, e ele me deu um personal training sobre toda a história do Carbonara, da família dele, do ponto das coisas, do que pode, do que não pode. De uma forma minuciosa, pude aprender os detalhes do que faz esse prato ser tão simplesmente demais. E resolvi escrever este post novo – repetido, de certa forma, mas com uma visão totalmente nova.

250g de spaghetti nº 5, grano duro
2 ovos caipiras + 2 gemas (é 1 ovo + uma gema por pessoa +-)
150g de parmesão ralado fresco de boa qualidade
200g de pancetta, ou um bacon bacana, fatiado
1/4 cebola branca, picadinha
pimenta-do-reino moída na hora
sal
1 colher sopa de leite integral
1 folhinha de salsinha, só para decorar

dá pra um casal comer e repetir

Coloque a água para ferver com bastante sal, tipo uma água do mar. Enquanto isso, aqueça uma frigideira de fundo grosso ao máximo que você conseguir.

Quando a água ferver, coloque o spaghetti para cozinhar. E nessa mesma hora, sua frigideira deve estar super-quente, coloque nela o bacon, pra fazer barulho tsssssssss. Quando o bacon começar a soltar sua própria gordura, acrescente a cebola, que só vai ajudar a caramelizá-lo ainda mais.

Enquanto isso acontece, use um garfo para bater os ovos e as gemas juntos, acrescentando pimenta-do-reino moída sem dó nem piedade, pra ficar pontilhado de preto mesmo. Um dos segredos desse prato é caprichar na pimenta do reino. Ovos batidos, acrescente o queijo ralado bem fininho e continue batendo, até formar um líquido pastoso, quase uma massa.

Cuidado pro bacon não tostar, desligue o fogo e deixe ele descansando. Outro segredo é esse, o bacon deve estar frito, mas ainda macio. E a quantidade deve ser abundante, ninguém aguenta ficar pescando bacon no prato, né?

Cuidado pra massa não passar do ponto. Ela deve ficar al dente, ou seja, de partir com os dentes. Se necessário, desligue o fogo e deixe ela lá mesmo até que consiga finalizar o restante do prato.

Hora de misturar tudo? Então andiamo! Você deverá retirar a massa direto da panela para um novo recipiente, e jogar a mistura ovo+queijo e o bacon+cebola por cima. Não precisa escorrer a massa. Depois, ir misturando tudo com muita delicadeza, e aqui entra toda a ciência do Il Mustacchio neste prato. Porque o macarrão ainda está bem quente, ele vai cozinhar levemente os ovos; porque você está usando uma massa feita de uma farinha boa, essa farinha vai “puxar” o molho para si, envolvendo a própria massa, criando uma camada viscosa deliciosa. E o bacon vem com um leve adocicado fazer o contraponto carnívoro do prato.

Se a sua massa ficou muito seca depois de misturar, hora de usar um pouco de leite integral – mais um segredinho do italiano bigodudo – para deixá-la solta. Mas só uma colherinha, se precisar soltar ainda mais é melhor usar azeite, ou até a própria gordura do bacon.

Finalize o prato com mais algumas lascas de parmesão fresco e mais uma boa catracada de pimenta do reino por cima de tudo. Prego, amici!

spaghetti-alla-carbonara

26 Comentários

  1. admin em janeiro 28, 2016 diz:

    Essa receita puro sangue ta meio “adaptada” porque a original é feita com guanciale (a bochecha do porco salgada) e não com pancetta e com pecorino romano (queijo de ovelha) no lugar do parmesão, so a titulo de curiosidade, mas essa receita ai deve ter ficado boa tb. abraços

    Responder
    • admin em fevereiro 1, 2016 diz:

      Vocês italianos que se entendam :-)))

      Responder
    • admin em junho 12, 2017 diz:

      Vero! O queijo é o pecorino. Só se usa parmesão quando não conseguir achar, mas daí deixa de ser a receita original. O leite tbm é uma adaptação.

      Responder
    • admin em dezembro 3, 2018 diz:

      Concordo porque salsichas nunca fez parte de carbonara…. e cebola!!!!((

      Responder
  2. admin em novembro 30, 2016 diz:

    Pq é uma “gafe” fazer a carbonara com massa fresca?

    Responder
    • admin em novembro 30, 2016 diz:

      Eu nem sabia que era! Nunca testei…

      Responder
      • admin em junho 7, 2017 diz:

        Pq na massa fresca a presença do ovo é mais evidente na preparação, quando junta-se ao ovo da preparação fica carregado o gosto de ovo no prato, por isso não é aconselhável o uso de massa fresca.

        Responder
  3. admin em agosto 27, 2017 diz:

    Fizemos para 4 porções e ficou maravilhoso. Acrescentamos um ovo a mais e troquei o parmesão por queijo. No final polvilhados o parmesão. Ficou 10! Eu e minha filha de 19 anos. Tudo em menos de uma hora. Rápido e prático. Almoço para domingo em família. Servimos quente acompanhado de um bom vinho suave de mesa.

    Responder
    • admin em setembro 22, 2017 diz:

      amiga, vinho suave de mesa não dá pra querer…

      Responder
      • admin em novembro 29, 2017 diz:

        O melhor vinho é aquele que te agrada mais ao paladar. Se para ela é esse, então que seja!

        Responder
  4. admin em junho 10, 2018 diz:

    Depende da região da Itália. O pecorino é utilizado mais ao norte. Há variações como todo prato típico.

    Responder
    • admin em junho 13, 2018 diz:

      Bem colocado! Uma receita que não varia não tem história pra contar!

      Responder
  5. admin em julho 5, 2018 diz:

    eu uso cebola rocha e creme de leite fresco ,, muito mas muito parmesão

    Responder
  6. admin em agosto 26, 2018 diz:

    A receita original em sites ITALIANOS é diferente: não tem alho, cebola ou leite.

    Responder
  7. admin em novembro 15, 2018 diz:

    E bom ter receitas diversas que de mais sabor no prato

    Responder
  8. admin em janeiro 4, 2019 diz:

    Não tenho dúvidas q o resultado tenha sido muito bom, mas ‘original’ com cebola, leite e sem guanciale? :)

    Responder
    • admin em janeiro 18, 2019 diz:

      Esse é o original do Tony! Mas claro que em receitas como essa não existe um original só…
      Guanciale, ou às vezes pancetta, seria mais difícil encontrar, eu achei que para o Brasil inviabiliza um pouco o prato. Mas tou contigo, temos que comer todos eles!

      Responder
  9. admin em fevereiro 13, 2019 diz:

    Existe uma boa pancetta da Ceratti e que já vem com bastante pimenta do reino, vale a pena experimentar, o pecorino tbm é fácil de encontrar,
    Buono appetito amici!

    Responder
  10. admin em março 24, 2019 diz:

    Oririnal com bacon, parmesão e leite?
    Vai ficar gostoso. Mas não pode, nunca, ser chamado de original.

    Responder
  11. admin em março 31, 2019 diz:

    Vou fazer….
    Amo carbonara e essa receita parecer ser ótima!
    E é claro, um bom vinho!

    Responder
  12. admin em abril 14, 2019 diz:

    Quase morri com tanta pimenta q coloquei…

    Responder

Deixe sua resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Switch to desktop version