Bacalhau confit mediterrâneo

23 novembro, 2015 Comida mediterrânea Tags:, , , 6 Comentários

Vez ou outra bate aquele tesão por comer um lombo de bacalhau alto, bem temperado e com acompanhamentos incríveis. Dessa vez, eu fui buscar inspirações no além-mar e trouxe esse bacalhau cheio de acompanhamentos. Tenho que pedir desculpas porque o prato está uma zona, mas é que tava tudo tão gostoso, e são tantos ingredientes diferentes, que eu me empolguei e resolvi deixar assim mesmo. Depois, me arrependi. Da foto, não da quantidade de comida, claro.

receita de bacalhau mediterrâneo

4 lombos de bacalhau altos dessalgados, de +- 150g cada
1 cenoura média
1/4 de pé de couve-flor
1/4 de pé de brócolis ninja
100g de azeitonas pretas azapa
200g de tomatinhos sweet grape
1 colher sopa de alcaparras
300g de batatinhas
1 cabeça de alho
1 ramo de tomilho
1 ramo de alecrim
2 folhas de louro
4 colheres sopa de manteiga
azeite extra-virgem em abundância
sal e pimenta-do-reino

dá pra 4 comerem

Primeiro, corte as batatinhas ao meio, lave-as e seque-as, depois disponha num tabuleiro, jogue sal grosso, um pouco de alecrim, alguns dentes de alho amassados e um bocado de azeite. Deixe no forno a 200º por cerca de 40 minutos (o tempo de fazer o resto da receita).

Daí, aqueça uma frigideira bem larga com azeite suficiente para embeber metade do seu bacalhau. Acrescente o restante dos dentes de alho amassados, pode ser com casca mesmo, o tomilho, o louro e alguns grãos de pimenta do reino. Use papel toalha para secar bem os lombos de bacalhau. O azeite tem que ficar quente, mas não muito – cerca de 60º. Isso significa que quando você colocar o bacalhau lá, ele nem vai fazer barulho de chapa quente. Daí, você vai controlando o calor do fogo para ficar sempre nessa temperatura, o que vai fazer o bacalhau cozinhar leeentamente. Se começou a fritar demais, tire a frigideira do fogo, pare um pouquinho, descanse um pouquinho e volte. O bacalhau é uma carne delicada, você tem que fazer isso com cuidado, ok? Na hora em que vir que ele está cozido (e não frito) de um lado, vire-o delicadamente e deixe uns 10 minutos, e vai estar pronto. O processo todo deve demorar uns 30 minutos, se você conseguir controlar bem.

Depois, pique a couve-flor e o brócolis em pedaços que caibam na boca – pode até quebrar os talos com a mão também. Corte a cenoura igual tá na foto aí, que é assim: ao meio, de comprido, depois em fatias fininhas, de comprido também. Tipo… julienne. Aqueça uma panela larga com um pouco de azeite e a manteiga, e jogue os vegetais lá. Vá dourando todos eles até ficarem bem escurinhos – esse queimadinho da manteiga fica uma delícia.

E avisa a tchurma que a gente ainda vai sujar mais uma panela! Fogo baixo, um pouco de azeite, os tomatinhos, azeitonas e alcaparras, só até a pele do tomatinho começar a enrugar. Se quiser, pode dar um toque com um pouquinho de vinagre balsâmico, mas bem pouquinho mesmo, também fica legal.

Monte o seu prato com o filé alto de bacalhau, os vegetais por cima e as batatinhas em volta. Mas capricha mais que eu nessa montagem, por que o negócio fica lindo!

E ah, harmonize com um vinho branco amadeirado, como esse Los Medanos Chardonnay Orgânico. Delícia!

receita de bacalhau mediterrâneo

receita de bacalhau mediterrâneo

6 Comentários

  1. admin em novembro 23, 2015 diz:

    Hahaha! Mais uma cerva virada. Hahaha! Tá muito engraçado! Filosofantes aparecem.
    Palavras voam no balcão. Tá tudo muito caro! O preço disso, daquilo. O torresmo é crocante!
    Os cachorros têm muitos direitos. Disco voador na serra. Seca geral! Hahaha! Quanta disposição! Cerveja virada, copo americano, o ápice da vida! Amendoim. A política internacional. O salário risível. A epidemia. Outro conflito extremo. Filme novo. Ladainha. Latido murmurante. Viu aquela inusitada missão espacial? E aquela teoria científica? O pão tá pesado no bolso. As mulheres falam mais porque têm mais lábios. O mendigo espirra. Um carro buzina na chuva. Asfalto molhado. Poça espelhante. Parou a chuva, saiu o sol. Shopping ao longe. Tardezinha vermelha de sangue. Nuvem sufocante. Luz acendendo. Ouvido ouvindo sem parar. Ovo boiando solitário no pote. Salsicha nadando na água verde. E aquela lá? Já escutou? Hahaha! Mais uma cerva virada.

    Responder
  2. admin em dezembro 3, 2015 diz:

    Nossa. Eu vi a foto dessa bacalhau já me deu água na boca. Você diz que o prato esta bagunçado, mas mesmo assim esta com uma cara incrível. Deve ter ficado muito saboroso.
    Não conhecia esse vinho branco Medanos, vou procurar para provar.
    Ótima receita. Parabéns.

    Responder
    • admin em dezembro 4, 2015 diz:

      Muito obrigado! Esse vinho é show sim, e não é caro… pode ir que rola!

      Responder
    • admin em setembro 19, 2017 diz:

      Olá pessoal do blog. Alguém fez mais de 10 mil links para meu site usando comentários de vários blogs para me prejudicar no google, alguns até com meu nome e email, perdi 80% dos acessos. Um dos comentários esta nessa pagina. Por gentileza, pode deletar esse comentário acima que fizeram aqui neste post (é o comentário que eu respondi), é só deletar. Por favor mesmo, peço humildemente, não ignore esse pedido, vai me ajudar muito. Muito Obrigada.

      Responder
  3. admin em janeiro 9, 2019 diz:

    Na parte de “dá pra 4 comerem” eu tive que parar, quando veio o terceiro ja não estava mais aguentando!
    Maa imagino que a receita deva ficar deliciosa para os que são capazes de passar desse passo.

    Responder

Deixe sua resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Switch to desktop version