O feijão secreto da vovó (com feijão-manteiga)

11 setembro, 2014 Acompanhamentos, Comida mineira Tags:, , 12 Comentários

frango com ora pro nobis

O maior tesão de comer na casa da minha avó sempre foi a qualidade do feijão dela. Sabe quando o negócio é simples, delicioso e impossível de imitar? Pois é. Eu sei que ela coloca muito mais amor do que eu, mas, de tanto espionar e insistir, acabei conseguindo fazer algo parecido. Fiz com o feijão-manteiga, embora ela varie entre várias outras espécimes… então você tá livre pra testar com o que quiser também. Só não se esqueça do amor!

250g de feijão-manteiga
1 colher sopa de coloral
100g de bacon
2 dentes de alho
4 folhas de louro
1 raminho de alecrim
1 colher sopa de azeite

rende 8 porções

Cozinhar o feijão, por si só, já é como mágica. Primeiro, você confere se os grãos estão todos bons, dá uma lavadinha de leve, e coloca na panela de pressão com o coloral, o louro e o dobro de água do que a altura do feijão. A partir de quando a sua panela pegar pressão, deve levar uns 20 minutos até ele ficar no ponto: firme o suficiente para mexer sem desmanchar, e macio o suficiente pra ficar igual uma manteiga na sua boca. Na dúvida, é sempre melhor abrir a panela antes da hora do que depois: você pode terminar de cozinhar ele, literalmente, sem pressão nenhuma.

Cozido o feijão – e que cozimento, por que o colocal deixa ele lindo! – você pode fritar o seu bacon em uma frigideira à parte, acrescentar o alho picadinho e fritar também. Ajuste a quantidade de água do seu feijão para o tanto de caldo que você acha legal, e daí acrescente o bacon, alho, alecrim e sal. Deixe cozinhando até ferver e depois aguarde uns 10 minutos fervendo. Desligue o fogo. Acrescente o azeite. Mexa um pouco. Experimente. Está macio? Está com sal? Está incrivelmente gostoso? Se a resposta a essas 3 perguntas for sim, é hora de desligar o fogo e dar graças a Deus! E um beijo na sua vovó também.

12 Comentários

  1. admin em julho 6, 2017 diz:

    Adorei o posto! Agradecida! Farei com minhas adaptações, com muuuuito amor e te conto! Abraços, Paula

    Responder
  2. admin em outubro 16, 2017 diz:

    “Tesão” de comer na casa da avó???

    Puxa… que chulo esse linguajar. Pensei se tratar de matéria mais familiar, como a chamada faz pensar.

    Casa de vó, infância, cheiro de comida da família. Não combina com essa forma de falar, lá não é boate.
    Muito infeliz esse redator do texto.

    Parei de ler na primeira frase.

    Responder
    • admin em janeiro 18, 2018 diz:

      muito boa tarde,felizmente isto tem cura,receita: duas capas e um montão de folhas cheias de letras, mais conhecido como livro!
      tenha um ótimo dia

      Responder
    • admin em fevereiro 9, 2018 diz:

      Quanta frescura…

      Responder
    • admin em agosto 9, 2018 diz:

      Vai se tratar

      Responder
    • admin em fevereiro 28, 2019 diz:

      Marcelo, a palavra “tesão” no sul tem, tbm, outro significado, que basicamente quer dizer “DEMAIS, UMA COISA MUITO BOA”.

      Responder
  3. admin em fevereiro 2, 2018 diz:

    Excelente Receita acabei de fazer e está maravilhoso!!!! Não sei qual é o problema das pessoas com a palavra tesão, acho q a maldade tá presente na mente delas , precisam se tratar..

    Responder
    • admin em fevereiro 2, 2018 diz:

      :-)

      Responder
    • admin em julho 4, 2018 diz:

      É que eles não devem sentir “tesão” por nada! Aí, ficam nessa frescura…. rsrs.

      Fiz a receita e ficou show!

      Responder
  4. admin em junho 28, 2018 diz:

    A palavra tesão é o mesmo que muita vontade.Portanto parem de viadagem e falso moralismo.

    Responder
  5. admin em novembro 25, 2018 diz:

    Acabo de ser avó, e estou decidida a ser aquela vovó que os netos sonham com aquela comida cheia de amor que só a vovó tem por isso quero começar a fazer um típico livro de receitas e com saborosas comidas e primeiro delas será o feijão

    Responder
  6. admin em dezembro 7, 2018 diz:

    Já fazendo as anotações aqui para fazer a receita no domingo.
    Obrigada pelo post, muito bem explicativo, tinha dúvida em relação a este feijão, porque ele acaba cozinhando mais rápido que ou outros.
    Domingo vai ser um tesão coletivo apreciando a boa comida.

    Responder

Deixe sua resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Switch to desktop version