Salmão com shitake e molho de mostarda e mel

16 março, 2010 Peixes Tags:, , , , 4 Comentários

salmão com shitake

Eu precisava comer alguma coisa que me fizesse sentir saudável. Então lá fui fazer um salmão… que é aquele peixe unanimidade né? Parece até que você correu na esteira de tão saúde quando come um. Cogumelos também sempre caem muito bem. E molho de mel e mostarda, então… hmmm. O lance é investir num bom filé de salmão, fresco e alto, faz toda a diferença do mundo! Ah, e se você não tinha um pincel de cozinha, chegou a hora de ter!

2 filés de salmão altos (+- 200g cada)
300g de cogumelos shitake (pode até fazer com outro)
1/2 cebola
1 colher sopa de molho shoyu
2 colheres sopa de mel
1 colher sopa de mostarda
1 colher sopa de manteiga sem sal
suco de 1 limão
Azeite extra-virgem
Sal e pimenta do reino
Alface americana para decorar

rende 2 porções

Primeiro, os cogumelos: pique-os em pedaços pequenos, assim como a cebola. Aquela um pouco de manteiga numa frigideira, com um pouquinho de azeite, e doure a cebola. Acrescente os cogumelos e em seguida o shoyu. Finalize com algumas gotas de suco de limão, e reserve.

Ao mesmo tempo que doura os cogumelos, remova a pele dos filés, se ainda a tiverem, e tempere-os dos dois lados com sal e pimenta do reino. Aqueça outra frigideira com um fio de azeite, que seja espaçosa, para os filés ficarem confortáveis! Faça o molho de mel e mostarda, misturando os ingredientes – aqui vale ir experimentando e ajustando – suco de limão, mel, mostarda, azeite e pimenta do reino. O azeite é quem vai pacificar a mistura e promover a união dos ingredientes, então não o despreze. Feito o seu molho lindo-maravilhoso, chega a hora mais secreta de todas: com um pincel, espalhe um pouco do molho dos dois lados do salmão, e coloque-o na frigideira super-quente, por 3 minutos. Vá pincelando insistentemente, sempre que perceber que a superfície do salmão absorveu o tempero. Vire-o, cozinhe por mais 3 minutos, sempre pincelando, e está pronto! O filé deve ficar levemente cozido no meio, super macio e suculento, desmanchando na boca. Se não ficou assim, tudo leva a crer que você cozinhou demais, com medo de ficar cru. Então vale a pena um dia tirar do fogo sabendo que está meio cru, afinal assim você aprende o outro lado da moeda, não é mesmo? E salmão fresco é gostoso de qualquer jeito.

Pique a alface americana em tiras, e decore o prato para a chegada do filé. Eu montei o filé por cima dos cogumelos, e mais algumas pinceladas de molho por cima de tudo, e por cima da alface também – que aliás ficou um ótimo side dish. O molho de mostarda e mel é uma sacanagem – dá vontade de beber.

4 Comentários

  1. calebe em março 16, 2010 diz:

    Mas é um mestre cuca mesmo! Só pela apresentação do prato dá pra ver que ficou divino!

    Responder
  2. calebe em novembro 29, 2011 diz:

    Fenomenal! Fiz e gostei bastante! Realmente o molho de mostarda e mel fica mto bom! Ele “entra” no salmão, e fica um gosto único! Como acompanhemento, utilizei shitake e shimeji e ficou mto bom tb! Ótima maneira de utilizar um pincel na cozinha! Ehehe!

    Responder
  3. calebe em março 5, 2013 diz:

    Fiz e amei, ficou simplesmente divino. Parabéns

    Responder

Trackbacks para este post

  1. Especial Dia das Mães - Eu já comi | Gastronomia, culinária, receitas, comida e outras coisas de comer. - Eu já comi | Gastronomia, culinária, receitas, comida e outras coisas de comer.

Deixe sua resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Switch to desktop version