Cheesecake de frutas vermelhas

23 janeiro, 2009 Sobremesas Tags:, , , , 1 Comentário

Coisa linda é fazer um belo cheesecake. Como todo bom mineiro, gosto de queijo, mas acho uma injustiça com esse nome, porque nem tem tanto gosto de queijo, quanto menos é um bolo. É uma sobremesa deliciosa, isso sim! E que serve pro café da tarde, da noite, pra atacar a geladeira de madrugada… enfim, cheesecake é comida pra toda hora :-)

foto de fatia de cheesecake de frutas vermelhas

Base
1 pacote de biscoito maizena
200g de manteiga sem sal

Massa
500g de ricota sem sal
500ml de creme de leite fresco
1 xícara de açúcar
4 colheres de leite
1 vidrinho de essência de baunilha
1 pacotinho de gelatina sem sabor

Calda
200g de morangos picados
200g de framboesas
200g de blueberry
200g de amora
1 xícara de açúcar

Rende 1 torta de +-30cm de diâmetro

Para a base, triture o biscoito maizena (de preferência com um mixer) até fazer uma farofa, derreta a manteiga e misture bem. Quanto mais manteiga, mais dura fica a base. Já recebi sugestões de acrescentar um pouco de água, assim você pode molhar o farelo de biscoito todo sem ter que gastar um mundo de manteiga (fica mais light!)… mas não testei. Não se esqueça de untar bem a forma, para as fatias saírem inteiras e bonitas, e para desenformar o cheesecake se for o caso – uma forma redonda de fundo removível cai muito bem nessa hora. Espalhe a base sobre o chão da forma, e aperte um pouco com os dedos, para que ela fique firme. Deixe esfriar.

Para a massa, já aviso: se você não tem um bom liquidificador, bater a ricota pode dar trabalho. Corte em pedaços pequenos, vá batendo aos poucos, até no braço se necessário. Junte todos os ingredientes e bata bem, acrescentando a gelatina já dissolvida, conforme manda a embalagem. Creme de leite fresco faz toda a diferença. Baunilha também. Você pode experimentar algum outro sabor, mas o lance do cheesecake é uma massa fresca e leve, que serve como desculpa para você comer a calda. Jogue na forma, por cima da base, e deixe na geladeira por algumas horas para endurecer.

O recheio do cheesecake

O recheio é o mais complicado, mas é o que define o gosto do seu cheesecake. Junte as frutas, um pouco de água e o açúcar e deixe em fogo baixo, mexendo sempre, para não queimar o fundo (se queimar o fundo, a calda toda já era). Cozinhe por meia hora ou mais, até que a calda comece a ficar espessa e os pedaços de frutas comecem a se desfazer. Ajuste o açúcar para o seu gosto. A calda não precisa ficar doce; é melhor valorizar o sabor das frutas, que podem ter saído caro. Mas você precisa experimentar, e garantir que ela não dá aquele azedinho na boca.

Finalizando o seu cheesecake de frutas vermelhas

Deixe a calda esfriar e coloque sobre o cheesecake, já endurecido, e desenformado se for o seu caso. Deixe a calda escorrer em volta do cheesecake, e quando você tirar uma fatia, deixe a calda escorrer em volta da fatia. Você pode guardar um pouco de calda para colocar na hora, que fica bem charmoso. Lembre-se: a calda dá o tom.

Tá a fim de comer um outro cheesecake? Experimenta então esse cheesecake de nutella e endoida!

1 Comentário

  1. calebe em janeiro 27, 2009 diz:

    calebe adorei as receitas e as fotos estao de dar agua na boca! pena q eu estou de regime, sao muitas calorias nesses pratos. sucesso !Paulo Antonio Alves de Almeida

    Responder

Deixe sua resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Switch to desktop version