Jamie Oliver, o brigadeiro e a revolução

24 julho, 2014 Novidades, Opinião Tags:, 6 Comentários

Um dos primeiros caras que eu comecei a testar receitas foi o Jamie Oliver. Aliás, tem várias receitas do Jamie aqui no blog. Embora o estilo da comida não agrade a maior parte dos chefs (mistureba demais), ele teve o mérito de conciliar culinária e entretenimento, e pode ser apontado como um dos responsáveis pelo crescimento dessa tendência foodie ao redor do mundo.

Depois de muito sucesso com seus shows, Jamie começou a liderar um movimento por uma culinária mais saudável e sustentável. E começou atacando as cantinas de escola, para tentar mudar os hábitos de consumo das crianças. O Food Revolution inicial se passou na cidade de Huntington, nos EUA, e foi uma iniciativa tão bacana que rendeu a ele um convite para falar no TED, um dos maiores eventos de novas ideias do mundo. Veja aqui a fala completa.

jamie oliver food revolution

Essa semana mesmo estava vendo um episódio e, embora a produção abuse do sensacionalismo, do exagero e do roteiro em que no final tudo sempre dá certo, a iniciativa é sim muito bacana. O alcance de mídia que o cara tem coloca ele num lugar que dá chance de fazer isso dar certo. Parece que tem dado.

Até aí o cara é um cordeirinho, certo? Mas eis que o cara vem no Brasil e, provocado no programa Saia Justa do GNT a testar alguns doces pecaminosos brasileiros, experimenta o nosso brigadeiro e acha horrível. E não tem vergonha de falar. Veja aqui como foi.

brigadeiro-jamie

O comentário gerou uma revolta nos revoltados das redes sociais pelo Brasil afora, como se fosse uma afronta, um desrespeito à pátria achar um dos nossos doces mais tradicionais ruim. Até uma emissora de TV concorrente aproveitou pra dar um tapa. A Saia Justa do GNT ficou bem justa para o Jamie.

Mas então você pega um cara que tá dedicando a vida a diminuir a quantidade de açúcar que as crianças consomem, no mundo inteiro. Entrega pra ele um doce feito de leite condensado, manteiga e chocolate. Tava esperando que ele fosse falar o quê? “Ah eu achei delicioso mas é melhor parar de servir isso nas festas de crianças”? Ou “nossa, esse doce é tão bom que vou abrir uma exceção no meu manifesto mundial”. Aham Cláudia.

Jamie Oliver tinha a obrigação moral de condenar o brigadeiro. Mesmo que lá no fundo ele tivesse gostado. É o trabalho dele. É a causa dele.

Nós, brasileiros, temos uma dificuldade acima da média em receber críticas de coisas típicas do Brasil. Vide o quanto a Seleção foi criticada, mas só depois que a gente tomou o 7 a 1 que o povo caiu na real. Menos a CBF, claro.

A gente tem que aceitar que tem doce nosso que é muito doce, assim como tem salgado que é muito salgado. Assim como tem comidas pouco saudáveis no mundo inteiro. Afinal a revolta do Jamie começou nas cozinhas da própria Inglaterra.

Você quer comer brigadeiros, quindins e beijinhos, vá em frente. Eu vou continuar comendo, também. Mas deixa o cara trabalhar. E, se possível, participe do Food Revolution Day do ano que vem ;-)

6 Comentários

  1. admin em julho 25, 2014 diz:

    Bom dia,

    será que daria certo fazer essa receita com camarão, de modo que a primeira coisa seria refogar o camarão no alho e azeite e depois dar continuidade no seu molho?

    Uma vez comi um vodka sauce com camarão e há tempos venho querendo fazer e pelo visto a sua receita é muito famosa.

    Bom, vou tentar e te falo.

    Amei o seu site e já peguei um monte receitinhas deliciosas.

    Responder
    • admin em julho 25, 2014 diz:

      Boa pergunta! Se você for testar conta aqui pra gente no que deu ;-)

      Responder
  2. admin em agosto 4, 2014 diz:

    O problema foi criado não porque ele falou que não gostou de brigadeiro e quindim, e que esses doces são muito doces e pouco saudáveis. Ele falou que são “um monte de m…”.Foi grosseiro e mal educado. E quer saber? Esse cozinheiro inglês pode até parecer fofo e coisa e tal. Mas uma vez colonizador, sempre colonizador. Na verdade, para ele nós somos uma corja de selvagens que precisam de tutela.

    Responder
    • admin em abril 2, 2015 diz:

      Vendo o estado do país e comparando com a Europa, ele até que tem razão em pensar isso…

      Responder
  3. admin em novembro 15, 2014 diz:

    Deviam ter dado musse de maracujá para ele experimentar, também é brasileiro e não tão doce. Pave de abacaxi com coco também é maravilhoso.

    Responder

Trackbacks para este post

  1. Linkando só o melhor da semana! - Coxinha Nerd

Deixe sua resposta

Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Switch to desktop version