Peixe frito com molho de mexerica

1 agosto, 2011 Peixes, Petiscos Tags:, , , , , 2 Comentários

Peixe frito é sempre um excelente petisco. Há três coisas que importam: o peixe que você escolhe, a maneira como você frita e o molho com que você o acompanha. Ou seja, peixes de carne firme e saborosa para o primeiro quesito, uma massa bem-feitinha no segundo e criatividade no terceiro. Aqui está a minha tentativa, baseada em muita coisa que já vi e já comi, em especial o bar Peixe Frito (verdadeiros especialistas), a massa com cerveja de tradicionais receitas de Fish & Chips e a brilhante sugestão de molho do @macomendonca.

4 filés de tilápia, surubim ou outro peixe à sua escolha
1 lata de cerveja pilsen
2 xícaras de farinha de trigo
1 litro de óleo de girassol, para fritar
4 mexericas bem maduras
4 colheres de sopa de mel
1 dedo de gengibre
2 colheres sopa de molho shoyu
Sal e pimenta-do-reino
Limão, para acompanhar
Cerveja, para acompanhar

rende 4 porções

Primeiro, resolva o seu molho. Bata as mexericas num liquidificador e coe. Você vai precisar de uns 300ml de suco. Pegue uma panela pequena e junte o suco ao gengibre devidamente descascado e fatiado bem fininho, o mel e o shoyu, e leve ao fogo brando para reduzir pela metade. É importante ir experimentando e ajustando a seu gosto. Alguns gostam mais de mel e outros de fazer careta na hora de comer. Quando estiver a seu gosto, desligue o fogo e reserve.

Corte os filés de peixe em cubos ou tiras de tamanhos que caibam na boca. Use sal e pimenta-do-reino para temperá-los. Em um prato fundo, misture a cerveja à farinha de trigo e uma pitada de sal. Isso deve render uma massa molenga, mas que dê liga, que é importante para empanar corretamente o peixe.

Uma questão chave na hora de fritar o peixe: as condições de fritura. Você precisa de uma panela larga e se possível funda; de óleo abundante e muito quente e de cuidado, porque o óleo quente é um perigo. Passe cada pedaço de peixe pela massa com carinho, envolvendo-o completamente, e coloque na gordura muito quente. A cerveja é o que dá uma crocância especial à massa, numa reação química que eu não sei explicar. O peixe em si deve ficar molhadinho e cozido. Deixe fritar por 5 minutos ou até dourar. Retire, escorra a gordura e disponha o peixe num papel-toalha para secar antes de levar à mesa. E vá fritando em sequência, na mesma gordura. Há quem diga que os últimos são os mais saborosos.

2 Comentários

  1. calebe em novembro 29, 2013 diz:

    Quanto se usa de mel?

    Responder

Deixe sua resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Switch to desktop version