Uma das saladas mais tradicionais que se tem notícia é a Caesar Salad (císar sélede em desinglês). Enquanto a anchova pode parecer assustadora para alguns, eu venho dar a cara a tapa e dizer que ela dá um toque especial no molho. Molho que, aliás, é o que define a salada: alface, croutons e queijo, vestidos da maneira correta, se tornam muito mais apetitosos do que eram para ser.

1 alface americana, cortada em pedaços médios
200g de croutons (pode comprar pronto ou fazer os seus próprios no forno)
200g de parmesão ralado fresco
2 colheres sopa de mostarda de boa qualidade
4 colheres sopa de suco de limão siciliano
1 colher sopa de alcaparras
2 anchovas, inteiras
1 ovo
azeite extra-virgem
sal e pimenta-do-reino

dá para 4 pessoas

Pique a alface e espalhe numa travessa bem grande. Há uma lenda que cozinhar o ovo durante 1 minuto faz toda a diferença e, já que eu sou dos que respeitam as lendas, fiz isso (faça se acreditar). Depois desse minutinho mágico, quebre o ovo em um liquidificador ou mixer – não coloque a casca, né – e adicione a anchova, alcaparras, suco de limão, mostarda e umas 4 colheres sopa de azeite, para começar. Bata tudo até ter uma mistura homogênea. Acrescente sal e pimenta do reino à gosto e experimente. Ficou gostoso? Se sim, então pronto. Se não, então tente perceber qual ingrediente se destacou, e coloque um pouco mais de todos os outros. Não tem ingrediente estrelinha nesse molho.

Quando for a hora de servir, derrame generosamente todo o molho por sobre a alface picada, espalhe os croutons por cima e espalhe o parmesão por cima de tudo. Misture, usando as mãos de uma maneira gentil e com carinho, até que todas as folhas estejam devidamente envoltas pelo molho. Aí é só colocar na travessa que vai à mesa, finalizar com um pouco mais de parmesão ralado e… levar à mesa! E cuidado com os trocadilhos indigestos com o César. Já nos basta o Mário!