tag: Maçã

Tarte de maçã

20 junho, 2011 Sobremesas Tags:, , , , , , 7 Comentários

Tarte nada mais é que uma torta aberta, ou, neste caso, “virada” com o recheio de barriga para cima. O que pode ao mesmo tempo estragar as preliminares de se imaginar o que a massa da torta esconde, e ao mesmo tempo pode maravilhar os mais gulosos, com uma espécie de decote culinário. Pode-se dizer, portanto, que comer um tarte é entrar por debaixo da saia de uma torta.

4 maçãs fuji ou gala
1 xícara de farinha de trigo
1 colher sopa de manteiga sem sal
1 xícara de açúcar mascavo
1 ovo
1 colher de café de fermento em pó
suco de 1 limão
4 paus de canela

dá pra 12 comerem

Primeiro, a massa. Despeje a farinha de trigo numa bancada, faça um buraco no meio, adicione o ovo, o fermento e a manteiga e vá misturando, primeiro com um garfo, depois com as mãos, até obter uma massa uniforme. Enrole-a num filme de pvc e deixe descansar na geladeira por 30 minutos.

Descasque e corte as maçãs em fatias de meia-lua finas (conforme a foto), pingue um pouco de suco de limão para não escurecê-las e para dar aquele toque especial. Escolha sua assadeira redonda favorita, unte-a bem e forre-a com açúcar mascavo, generosamente. Disponha as fatias de maçã por cima, entremeadas com os paus de canela. Imagine, aqui, que você está começando o seu tarte pela parte de cima, então se quiser fazer algo bonito, a hora é agora.

Depois de dispor toda a maçã, abra a massa, com um rolo se possível, e cubra totalmente o tarte, tomando o cuidado de eliminar o ar, deixando seu preparado bem juntinho. Leve ao forno a 200º por 20 minutos, e se necessário mais uns 10 até que a massa esteja bem assada.

Chegado o gran finale, é colocar um prato por cima da assadeira e virar, com agilidade, o seu tarte de cabeça para baixo (ou, no caso, de cabeça para cima). É arriscado e divertido, assim como muitas outras coisas na vida. Se tudo der certo, o seu tarte vai ficar um pouco mais bonito do que esse aí da foto que tirei do meu.

Sirva de sobremesa, ou com um bom cappuccino, que também vai bem.

Farofa de maçã verde

20 maio, 2009 Acompanhamentos Tags:, , , 10 Comentários

Achei legal essa farofa de maçã verde do Claude. Eu já fiz com abacaxi, com banana… quem não gosta de uma boa farofinha? Vai bem com uma pá de coisas! No final da receita você encontra com o que eu combinei.

Farofa de maçã verde

2 colheres de manteiga
1 colher sopa de óleo
1 maçã verde
1 cebola
2 dentes de alho
300g farinha de mandioca, mais ou menos
Sal e pimenta a gosto
2 colheres sopa de salsinha (opcional)

rende 6 porções

Descasque a maçã, e corte-a em cubinhos. Pique bem a cebola, e o alho – pode ser no processador. Reserve.

Derreta a manteiga numa frigideira, com o óleo, que é para a manteiga não queimar.
Adicione os cubinhos de maçã, deixando fritar um pouco, e depois adicione o alho e a cebola. Depois que estiver tudo cozido e cheiroso, vá adicionando farinha de mandioca e mexendo até que a farofa chegue no ponto que você gosta: mais molhadinha, mais sequinha… Finalize com um pouquinho de salsinha picada bem fina, se quiser. Tempere com sal e pimenta a gosto.

Sirva numa travessa rasa. Coloque um pouco na boca, e tente dizer: “viva o Afonso!” durante o seu almoço de domingo.

Comi a farofa de maçã verde junto com costelinha ao molho de goiabada, angu e ora-pro-nóbis e salada tropical

Baseado em receita do programa Menu Confiança, no GNT

Schnitzel com purê de maçã

30 abril, 2009 Carnes, Comida alemã Tags:, , , 11 Comentários

Comi Schniztel pela primeira vez esse prato com uma amiga em Viena. Eu queria algo tipicamente austríaco e foi isso o que ela me ofereceu. É tipo um bife a milanesa, mas sem ser de boi – lá eles curtem vitelo e porco. É bem mais salgado também. Pesquisei um pouco e vi que não tem mistério pra fazer. O toque ficou por conta do purê de maçã, que eu comi em outro lugar, mas essa é outra história.

schnitzel com pure de maca

2 bifes de lombo de porco
3 colheres sopa de farinha de rosca
3 colheres sopa de farinha de trigo
1 ovo inteiro batido
Sal e pimenta do reino
Azeite para fritar
Folhas de agrião para enfeitar

para o purê:
3 maçãs, descascadas e sem sementes
2 colheres sopa de manteiga
1 colher sopa de azeite
1 colher chá de canela
1 colher chá de noz moscada
2 colheres sopa de açúcar
suco de 1 laranja bem madura

rende 2 porções

O purê é simples: derreta a manteiga junto com o azeite(para não queimar), e adicione os temperos e o suco de laranja. Misture bem, cozinhe por 3 minutos, e adicione as maçãs, fatiadas. O lance é encontrar o meio-termo entre as maçãs desmancharem e o purê escurecer demais ou queimar; vai demorar uns 20 minutos até que esse ponto chegue, mas é bom vigiar. Deixe esfriar enquanto prepara o resto.

Para o schnitzel funcionar, você tem que abrir bem os bifes, seja com um martelo de carne, ou batendo com uma frigideira com a carne sob um filme pvc (que nem o Jamie Oliver faz). De qualquer maneira, deixe os bifes bem largos e fininhos. Tempere bem, com sal e pimenta, e prepare-se para a parte divertida.

Coloque um prato largo com farinha de trigo, outro com o ovo (que você já bateu, com um garfo), e outro com a farinha de rosca. Um prato do lado do outro. Pegue o bife temperado, passe na farinha de trigo, depois no ovo, depois na farinha de rosca, e reserve. Faça isso com cuidado e capricho, para que a crosta fique uniforme e não desmanche na hora de fritar.

Aqueça bem o azeite numa frigideira larga e grossa. É preciso bastante azeite, para o schnitzel nadar na panela mesmo. Coloque o bife, e vá agitando a frigideira para que a gordura vá passando por cima também. Vire depois de uns 3 minutos, e deixe dourar.

Retire o schnitzel da fritura, e coloque no papel-toalha para secar. Sirva com mais uma pitada de sal por cima, uma salada de batatas, um purê de maçã, e uma boa cerveja alemã. Viva o Österreich!

Comi o Schnitzel junto com salada verde de batatas

Baseado em receita do livro Cook with Jamie
Switch to desktop version