Tagliatelle caseiro

3 fevereiro, 2010 Comida italiana, Massas Tags:, , , 4 Comentários

Oba oba, é a primeira vez que faço uma massa caseira! Ganhei um belo kit de pasta e finalmente o estreei. Fazer a massa foi mais fácil do que eu pensava; cozinhá-la foi ridículamente fácil, mas esticá-la foi bem complicado, já que meu kit não incluía aquela maquininha e sim um rolinho manual – que acabou sendo bem divertido também. Pela foto dá pra ver que a primeira vez não é aquela beleza, né… mas com a prática acho que eu melhoro.

300g de farinha de trigo (tipo 00 se você puder bancar)
3 ovos caipiras (pode ser normal, mas com o caipira ficou tão bonitinho)
2 latas de tomates pelados
1 ramo de alecrim
1 ramo de manjericão
1 ramo de tomilho
1/2 cebola
2 dentes de alho
Azeite extra-virgem
Sal e pimenta do reino


rende 4 porções

Faça um montinho de farinha, escave um buraco no centro, e quebre ali os ovos. Hora de por a mão na massa! Vá misturando, e no começo gruda mesmo mas depois sai! Vá socando a massa, abrindo e fechando, apertando, socando, enfim, se divertindo, por uns 10 minutos. Isso é o que eles chamam de “trabalhar o glúten”. Vá colocando mais farinha conforme necessário, até que você sinta que ela ficou suave, lisinha. Depois, enrole-a totalmente num filme pvc e deixe descansar na geladeira por 20 minutos.

Enquanto isso, faça esse molho básico, assim: alho e cebola picadinhos refogados no azeite, depois acrescente os tomates e o molho, esmague-os na panela, acerte o sal. Faça um buquê com os ramos de alecrim, tomilho e manjericão, e os coloque afundados dentro do molho, cozinhando. Retire após uns 20 minutos e é só servir.

Voltando à massa: passados os 20 minutos, espalhe farinha de trigo pela sua mesa (e recomendo: tire tudo o que tiver de cima dessa mesa, você vai precisar de todo o espaço). Vá esticando a massa, tentando chegar a uma espessura bem fina, e sempre adicionando mais farinha de trigo conforme ela estica, para mantê-la firme e sem grudar. Vá virando-a de lado e esticando mais. Ao final, uma bela mão de farinha de trigo, e dobre-a em 4 ou em 8, para depois cortar em tiras, que vão dar origem à pasta. Corte as tiras com espessura de 1cm e acho que já conta como tagliatelle ou fettucine – ainda não soube dizer qual a diferença… alguém?

Pasta caseira não demora nada para cozinhar – a hora que ela cai na água fervendo, já está quase pronta. Algo como 2 minutos e você já pode retirá-la, conservando um pouquinho da água, misturando-a com o molho vermelho. Finalize com parmesão ralado, se for a sua praia… e já é!

4 Comentários

  1. calebe em fevereiro 3, 2010 diz:

    Choquei!!! Que sucesso!

    Responder
  2. calebe em fevereiro 3, 2010 diz:

    Opa!!!Tentarei no fds…dps eu conto como ficou!!bju

    Responder
  3. calebe em fevereiro 4, 2010 diz:

    Não acredito! (No bom sentido, claro!).A foto é 'saborosa'…

    Responder

Trackbacks para este post

  1. Ravioli fresco de brie e geléia de jabuticaba | Eu já comi

Deixe sua resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Switch to desktop version